<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d17740096\x26blogName\x3dMurtog\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://murtog.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://murtog.blogspot.com/\x26vt\x3d-9075988469102890239', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

Coisas que Python pode te proporcionar.

11.30.2005
Essa é uma delas:

In [1]: from __future__ import division
In [2]: 10 // 2
Out[2]: 5
In [3]: 10 / 2
Out[3]: 5.0

Bom Brasileiro.

11.29.2005
Anota esse nome: Ysis Hublet. Um bom Brasileiro, fez o que todo mundo tava querendo fazer.

Link para ficar para a história.

11.28.2005
http://programmingebooks.tk/

Livro da Bruna Surfistinha

11.27.2005
Eu mesmo não acreditei quando comprei o livro da Bruna Surfistinha. Não, não é pelo interesse na vida de uma garota de programa. Já li vários livros sobre isso, já vi muitos filmes, não há nada de novo nela. Acho que comprei mas pelo fato dela ter se tornando uma celebridade da internet.

"O doce veneno do escorpião" conta a história dela de fato. Não é um livro essencialmente erótico, apesar de algumas descrições mais provocantes. A história que o livro conta é uma história comum, de uma menina comum, porém que acabou ganhando fama na internet.

Sinopse da vida dela: Menina de classe média, gordinha, rejeitada pelos outros adolescentes por estar fora do padrão de beleza. Descobre durante sua adolescência que foi adotada. Traumatiza-se com a descoberta, parte para o mundo das drogas e das aventuras noturnas. Acaba fugindo de casa e partindo para a prostituição.

A história dela especificamente não me chamou a atenção, mas a história dos pais dela. Eles aparentemente adotaram-na e pensaram já ter feito muito por aquela menina. Simplesmente pensaram que um bom colégio e roupas da moda eram tudo que ela precisava. Não havia diálogo entre as partes, nunca houve. Talvez foi esse o motivo dela ter acabado(?) como acabou.

Bom, não vou contar a história toda. Senão perde a graça. Comprem o livro. O enredo é bacana, porém, ao meu ver, poderia ter sido melhor escrito. Mesmo assim é uma boa leitura.

Ou ela é muito lerda ou o Weblogger do Terra é muito bugado, porque conseguiram roubar a senha do blog dela duas vezes.

Repositório de pacotes Ubuntu

11.24.2005
Segue o link para um repositório com os pacotes retirados do backports por questões legais( java-sun, w32codecs.. ): aqui.

É só baixar e mandar um: sudo dpkg -i nomedopacote.deb

Universidade, aí vou eu.

11.23.2005
Todo esse tempo eu fui autodidata em informática, programação, essas coisas. Acabo de saber que passei no vestibular, ou seja, já sou universitário. Faltam ainda vários resultados de outras faculdades, mas a priori, já posso me despedir do segundo grau =)

Bem, é isso. O lado bom é que vou me dedicar inteiramente ao que eu gosto: computação.

Ah, passei para Ciências da computação.

Propaganda da Napster, sacaneando o ITunes.

11.19.2005
Isso que é propaganda( :) ): aqui.

Homem capa-se.

Tem muito doido no mundo: Aqui.

3 coisas que odeio:

11.17.2005
1) Prazos.
2) Atrasos
3) Governo, serviço público.


Anotem isso, um dia vocês também os odiarão.

Livro: Bill Gates X Bill Gates

11.15.2005
Acabo de ler o livro "Bill Gates X Bill Gates", da editora Globo. O livro é bem escrito, felizmente. O conteúdo dele não se atrela a coisas geeks, e sim, à própria vida de Bill, que é interessante, principalmente depois do "bum" da Microsoft no mercado.

Incrível o fato de que a Microsoft só ser o que é hoje porque a IBM permitiu que o MS-DOS, desenvolvido pela Microsoft para o microcomputador da IBM, ficasse sobre a posse da própria Microsoft. Não foi um erro da IBM. Na época ninguém pensava que uma empresa dirigida por alguns adolescentes no comando cresceria tanto.

Pouco tempo depois a IBM resolve criar o OS/2, ainda em cooperação com a Microsoft. As duas empresas se desentendem e a IBM acaba criando o OS/2 sozinha (sem muita dedicação, diga-se de passagem) e a Microsoft vai criar o Windows e com ele dominar o mercado.

Relatei essa parte porque isso demonstra o interesse da IBM no Linux: ele é o sistema operacional bom que eles não criaram e que agora veio "de graça".

Vou parar por aqui. Chega. Enfim, recomendo muito a leitura do livro, para apaixonados ou não em informática. A técnica de se balançar na cadeira para obter concentração é muito boa, já adotei ela.

Snippet: Remover linha de Build Time do CherryPy

11.10.2005
Essa linha é impressa no fim de cada página gerada pelo Cherrypy, ela é útil para verificar o tempo de carga de cada página, assim informando a necessidade ou não de otimização no código.

Pois bem, eu estou fazendo algo voltado para o usuário final, então essa linha é desnecessária. Fui então procurar sobre como remover a linha na lista do Cherrypy, não encontrei nada. Fui para a documentação oficial, sim, agora o cherrypy está com uma ótima documentação oficial: http://www.cherrypy.org/cherrypy-2.1.0/docs/book/html/index.html

Segue então o código para retirá-la:

#
# adicione as seguintes linhas de codigo antes da chamada a "server.start"
#

#
# muda a configuracao do cherrypy de "enviroment" para "production", ou seja,
# sai do modo de desenvolvimento para o de producao, de usuario.
#
configuracoes_cherrypy = {'global':{'server.environment':'production'}}

#
# atualiza as configuracao
#
cherrypy.config.update(configuracoes_cherrypy)


Bem, é isso.

Abração,
Murtog [ http://murtog.blogspot.com ]

GNOME do Futuro.

Uns carinhas com muito tempo livre e talento para mexer com o InkScape criaram screenshots falsas do Gnome. Tipo, eles desenharam no InkScape como ele gostariam que a interface do Gnome fosse.

É utópico, mas pode servir de inspiração e , quem sabe, no futuro...

Seguem algumas screens:





Não vão babar no teclado, hein.

Bricando com Cherrypy

11.09.2005
Nesses últimos dias venho brincando com vários frameworks web para Python, um deles eu já relatei, que foi o Karrigel.

Li na lista Python sobre o lançamento oficial da versão 2.1 do Cherrypy ( www.cherrypy.org ), pois bem, instalei-o e comecei a brincar.

Em mais ou menos 4 horas ( não foram 4 horas diretas, ponha-se aí leitura dos arquivos exemplo do Cherrypy e implementação de um pequeno módulo para lidar com o banco de dados de modo mais aprazível ) eu consegui fazer um mínimo gerenciador de gasolina. O bichinho está simples, até demais, porém já atende as minhas necessidades e com o tempo o irei melhorando-o.

Fiz ele usando - lógico - Cherrypy, e KirbyBase, aquele banco de dados imbutível feito em puro Python.


Seguem algumas screens:





Ah, foram exatas 465 linhas. Isso porque meus comentários seguem o seguinte estilo:

#
# comentario
#


E eu tenho mania de espaçar bem e comentar bem o código, o que me dá muito trabalho. Além de que dentro do arquivo do site existem os htmls de umas 4 páginas.

Bem, é isso, depois de trabalhar ele e adicionar algumas coisas como:

- AJAX ( sim, amiguinhos =) )
- Opções de ordenamento
- Opções de listagem dos gastos através de datas.
- etc


Irei liberá-lo como software livre ou caso o Google queira comprá-lo..=)

Abração,
Murtog

Tradução concluída.

11.06.2005
A Tradução do manual do KirbyBase foi concluída, graças a ajuda de um amigo da python-brasil que me ajudou bastante na revisão: Carlos Roberto. Um cara super bacana e que ajudou muito no trabalho, valeu!

O link da versão definitiva está aqui.

Essa tradução foi aceita pelo cara que escreveu o KirbyBase, o Jamey. Eu mandei um e-mail para ele falando da tradução, ele ficou bastante feliz e adicionou-a na página principal do KirbyBase, aqui.

E isso que é bonito no OpenSource, todo mundo se ajuda, as pessoas cooperam. Elas deixam de competir para cooperar. Acredito que essa visão de mundo não é restrito somente a software, e sim a vida como um todo. É um pensamento evolucionista, de fato.

Inté =)

Nokia 770, sonho de consumo

11.05.2005
Tem muita gente querendo um Ipod. Eu não. Eu quero o Nokia 770. Só que a situação tá ficando difícil.

A Nokia anuncio o preço e disponibilizou o Nokia 770 para compra na Europa, aí eu peguei o preço do gadget na Europa, a cotação do Euro e fiz uma continha para ver quanto ficava aqui no Brasil:

* Continha feita no ipython:
In [1]: euro = 2.67
In [2]: nokia = 359.0
In [3]: preco = nokia * euro + 100
In [4]: preco
Out[4]: 1058.53


De fato, muito caro. Mas vou fazer um esforço para comprá-lo mesmo assim. Minha esperança reside nas promoções das lojas virtuais, que dividem em 6 vezes, 12 vezes, sem juros.

Em 12 vezes sem juros ficaria:

In [5]: preco / 12
Out[5]: 88.210833333333326


Fica razoável, mas ficar 12 meses pagando algo é muito ruim. Vejamos com 6:

In [6]: preco/6
Out[6]: 176.42166666666665


Caro demais. Fazendo essas variações achei um bom meio termo, 9 parcelas:

In [9]: preco/9
Out[9]: 117.61444444444444


Essa parcela até que cabe no meu orçamento. Mas esperemos a Nokia lançar o bichinho por aqui para tomar qualquer decisão. Durante esse meio tempo: economizar =)

Tradução terminada.

11.04.2005
A tradução do manual do KirbyBase foi concluída, contudo falta a revisão do texto, a qual devo fazer em breve. O link para vizualiar o documento é:

http://www.writely.com/View.aspx?docid=adgrq6pkbrth

Espero que venha a ser útil a alguém.

Trabalhando na tradução do manual do KirbyBase

Em dois dias já cheguei a metade. Vejam:

http://www.writely.com/Doc.aspx?id=adgrq6pkbrth

Depois vou revisá-lo e enviar para o Jamey Cribbs, que é quem escreveu o código do KirbyBase, um banco de dados - tipo o Hsqldb de Java - para Python, logicamente, escrito em Python puro.

Inté.

Finalmente acharam água em Marte

11.03.2005


Mais sobre: aqui.

Muito lindo tudo isso, mas minha vida continua a mesma, só que agora eu sei que há água em Marte! =)

Karrigell, um bom brinquedinho.

11.02.2005
Essa é rápida porque não há muito o que dizer. Simplesmente achei o FrameWork Web que eu sempre procurei para Python. Ele serve tanto para os RailsFans quanto para os PHPzers( eu ).

Um exemplo de código que lista de 0 até 9:


Squares


<%
for i in range(10):
print "%s :%s" %(i,i*i)
%>


Muito massa não ? É só salvar esse arquivo como .py, jogar em determinada pasta, rodar o webserver ( que é escrito em Python puro, portanto portável. ) e voalá =P

Mais informações aqui:
http://karrigell.sourceforge.net/

P.S: Consegui fazer um TaskManager ( tá bem tosco, mas funcional ) com apenas 215 linhas de código. Com mais algum trabalho devo conseguir deixá-lo pronto para o mundo real sem passar das 300 linhas, claro, incluindo comentários =P

Óbvio, mas nem tanto.

11.01.2005
Uma empresa Brasileira - ainda existe gente inovando no Brasil, por mais incrível que pareça - chamado Obvio irá começar a vender nos EUA o seu modelo de carro. É um "smart minicar", ou seja, um carro pequeno voltado para facilitar o trânsito na cidade grande e que conta com várias comodidades dos famosos carrões. Ele será distribuído pela Chrysler e terá a primeira "remessa" de 50.000 carros.

Essa notícia me fez abrir um verdadeiro sorriso. Sério. Dá orgulho ver que algumas pessoas no nosso país ainda botam o cérebro para ferver em busca de soluções. Infelizmente esse é um caso isolado. O Brasil é o país com maior número de programadores Java, por exemplo, mas quantas ThoughtWorks, Suns, IBMs, temos aqui ? Empresas com essa criatividade, com essa expressão internacional, no setor de informática: nenhuma. Isso é frustrante.

O que falta ? Apoio do governo, claro. Investimento, claro também. São tantas as coisas faltosas que fica difícil listá-las. Mas uma coisa não nos falta: talento para fazermos o que quisermos fazer. O Brasileiro quando se dedica a fazer algo, obtém grande êxito. Vejamos o Futebol, onde somos imbatíveis. Então, como inverter esse ciclo e começarmos a nos destacar no setor da informática ?

Primeiro: Estudo. Estudar, estudar, estudar muito e sempre. Não é aquele decoreba do colégio. Esqueça-o. Você vai ter que se adiantar e prever o que será mainstream daqui a alguns anos. Um exemplo de provável-futuro-mainstream ? Ruby on Rails e Python. Com certeza.

Segundo: Investir. Arriscar. Ser capitalista mesmo. O capitalismo não é esse sistema malvado que alguns intelectuais pregam, muito pelo contrário. Temos que concorrer, gerar riqueza. Nossos jovens não devem querer um emprego público com estabilidade e ócio em excesso. Eles devem almejar um alto cargo executivo em que o salário dê para eles viajarem para fora do país todo ano. Não pense pequeno. Pensar pequeno é para cabeças pequenas.

Enfim, espero que essa empresa sirva de inspiração ( ou "semancol" ? ) para nós, do setor de informática, possamos refletir e pensar num modo de inovar e galgarmos mais degraus. Em tempo, essa é a fórmula do sucesso: inovar e suar. Foi por isso que o Google chegou lá, foi por isso que a Microsoft chegou lá, a IBM.....

Agora chega de escrever, vou trabalhar =)