<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d17740096\x26blogName\x3dMurtog\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://murtog.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://murtog.blogspot.com/\x26vt\x3d-9075988469102890239', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

Manutenção de micros

Computadores são coisas frágeis e dão mais defeito do que se imagina. Mas são defeitos “consertáveis”, isto é, com um pouco de conhecimento e paciência, você consegue deixá-los na ativa de novo.

Onda eu trabalho temos a seguinte média: 2 computadores quebram a cada 15 dias (defeitos bestas) e 8 quebram quando chove, nos mesmos 15 dias (não me pergunte porque). Sendo que a cada dois meses um dá problemas sérios, que envolvem troca de peças.

***

Sujeira é o maior vilão dos computadores que existe (leia-se sujeira como poeira e maresia). Muitas peças darão problemas por causa do acúmulo de poeira e/ou por terem sido comidas pela maresia. Para evitar ambos, é legal pôr “perflex” nas aberturas do computador, mas só faça isso caso o computador seja usado num lugar com ar-condicionado ou bem ventilado, senão as chances dele superaquecer são grandes.

Seguindo a ordem, os outros problemas são basicamente da memória e da fonte. Para a memória temos a velha receita: passe uma borracha (daquelas de duas cores) na pontinha dela. Caso não resolva, lave-a com sabão neutro e água mesmo e depois enxágüe bem. Comigo as lavagens sempre resolveram. Já com as fontes eu tenho uma relação de amor e ódio. Os problemas que elas dão são assaz estranhos. O único que consegui resolver sem ter que trocar a fonte toda foram os problemas de barulho excessivo: Passar WD na ventoinha e afastá-la um pouco dos fios.

Os últimos e mais chatos problemas são os curtos. Alguma peça do computador entra em curto e você tem que sair a caça dela. A solução é essa mesmo: ir tirando cada peça, ligar o computador sem ela, desligar o computador, colocar a peça de volta e tentar novamente ligar o computador.

Bem, é isso. O segredo é limpar seu computador de tempos em tempos, pôr capa, passar a borracha e lavar a memória de tempos em tempos. Seguindo essas dicas os computadores não vão parar tão cedo. Pode confiar.

Ah, é claro. Comprar peças de qualidade e sempre, sempre, off-board.

Abraços!

ps: não sou técnico em manutenção de micros, então qualquer besteira falada por mim nesse artigo, desculpem-me. e ao invés de meter o pau, digam qual a solução correta.
« Home | Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »

12:02 PM

Massa a dica de colocar um perfex nas entradinhas... mas... isso num faria com q entrasse menos ar?

O perfex... seria úmido ou seco mesmo?

Se desse pra vc responder no meu blog... melhor!    



1:01 PM

Joares, eu usava o perfex seco mesmo. Como ressaltei, essa dica só serve para ambiente frios, pois, sim, irá diminuir a ventilação da cpu.

Abraços!    



» Postar um comentário