<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d17740096\x26blogName\x3dMurtog\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://murtog.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://murtog.blogspot.com/\x26vt\x3d-9075988469102890239', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

O bom filho a casa retorna

Recebi um comentário assinado pela Tatiana me recomendando o Mandriva para desktop Linux. Achei engraçado que eu voltei a usar Linux em casa e estou trabalhando diretamente com Linux agora e sequer notifiquei no Blog.

Sim, queridos (as). Voltei a usar Linux. Estou usando a distribuição Xubuntu que é um Ubuntu rodando XFCE como Window Manager. Ele é tudo que eu sempre quis de um SO: Rápido, estável, bonito e não intrusivo. Quando digo não intrusivo digo que ele não faz nada sem que eu queira.

Os únicos problemas que estou tendo com o Linux atualmente é achar um editor HTML de verdade (o NVU foi feito no horário de almoço dos desenvolvedores do Linspire). O outro era configurar minha internet banda-larga, que na verdade era um problema deles, que não podiam me passar um rota. Tive que adiconá-la na mão grande e criar um scriptzinho para automatizar a configuração a cada boot.

Ah, sim. Quanto ao trabalho. Estou trabalhando em um órgão do governo estadual (como terceirizado) que presta o suporte técnico para um projeto muito lindo de infocentros (lan-houses gratuitas para a população). E ao contrário do que as pessoas pensam de governo, estado, lá nós trabalhamos muito e temos metas claras de produtividade. A população é nosso cliente e são considerados assim.

Bem, até o próximo artigo: Administração do acesso a internet numa empresa.
« Home | Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »

5:56 AM

Sobre editores HTML eu utilizei o Quanta para fazer um trabalho da facu e achei bem legal.

Dê uma olhada nele.

Até mais.    



7:15 AM

Olá Rui,

Realmente o Ubuntu (qualquer versão) mata a pau!

Quanto ao editor de XHTML, já te disse: Emacs e Vim fazem tudo o que você precisa :)

Acredite: não há *nenhum* editor WYSIWYG que seja confiável, você vai ter sempre que testar o seu código em vários navegadores de qualquer maneira.

Quanto ao trabalho, parabéns! Muito sucesso pra você.

Abraço    



» Postar um comentário